“Ai, adoro seu trabalho…”

“… queria poder ajudar!”

Queria? Ou quer?

Quer? OBA!

Então, senta aí que a tia vai te explicar como você pode ajudar seu autor preferido e pobre a ganhar algum dinheiro e continuar escrevendo!venda.jpg

– Compre o material dela!

Pode parecer meio óbvio, mas é sempre bom reforçar. Inclusive porque é comum pensar que depois que compra um exemplar, fez tudo o que podia.

Bem, você sempre pode… dar de presente! Sim, ao invés de roupa, perfume, hidratante, dê livro! E ainda reforce dizendo ‘adoro esse livro/ essa autora, espero que você goste’ e coloque uma dedicatória bacana.

Ah, e vá atrás de ebooks e coletâneas em que ela participe. Procure sempre comprar direto com ela, pois o lucro é maior e mais direto, mas se não for possível (quem assina com editora grande nem sempre tem exemplares para venda, por exemplo), compre assim mesmo!

– Apoie as iniciativas dele

Siga nas redes sociais. Acompanhe nos eventos. Compre os livros na pré-venda. Participe do financiamento coletivo. Apadrinhe se ele tiver um financiamento coletivo recorrente…

Pera. Bugou?

Existem financiamentos coletivos para ajudar empreendedores/produtores a colocar um projeto/produto em andamento, certo?

Existe uma outra modalidade, em que você é um apoiador mensal, apoiando aquele produtor para que ele continue fazendo arte, recebendo alguns mimos em troca – mas não necessariamente uma troca direta por um produto ou serviço.

(Por acaso, esta que vos fala está pensando em fazer o financiamento coletivo do seu próximo livro, mas já fez seu Padrim, um financiamento coletivo recorrente.)

“Ana, tô sem grana… como ajudo?”

– Divulgue!

Você tem um blog? Fale sobre o trabalho dele. Escreve prum site? Idem.

Está em redes sociais? Tire foto com o livro, faça montagens com trechos e frases. Dê estrelas no skoob, comente no Goodreads, faça auê por ele.

– Ajude a divulgar!

Compartilhe e curta o que o autor posta. As redes sociais estão diminuindo cada vez mais o alcance orgânico das postagens, pra obrigar os produtores de conteúdo a pagarem pela divulgação. Então quanto mais pessoas interagirem com o conteúdo, mais relevância ele ganha e mais ele aparece.

– Fale sobre o trabalho dele

Viu alguém pedindo indicação de livro? Sugira o dela.

Tem gente armando um festival literário na sua cidade? Que tal convidá-la?

Jornalista amigo precisando de pauta? Autores nacionais geralmente tem histórias bem interessantes para contar.

– E o mais importante: comente o trabalho dele.

Sério, gente, falo aqui de coração. Não há nada pior do que publicar alguma coisa e não receber nenhum feedback, principalmente quando você disponibiliza de graça na internet.

Leu, curtiu, gostou? Comenta. Tá sem tempo? Aquele ‘curti muito’, quando é de coração, vale ouro. E se dá para se alongar, fala o que você mais curtiu.

 

Gostou e quer ajudar a ter mais conteúdo no blog? Torne-se um padrim e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s