11 Escritoras fantásticas brasileiras que você precisa conhecer

Por causa de alguns comentários desagradáveis, retirei a caixa de comentários deste post. A lista, como expliquei antes, é pessoal, completamente subjetiva e parcial. Não tem a pretensão de ser uma lista indiscutível de melhores escritores, ou uma relação completa. São as que EU acho que as pessoas devem conhecer.

Então, ano passado, eu levantei um ponto quando do nerdcast sobre literatura fantástica: existem mulheres escrevendo literatura fantástica no Brasil. Sendo bem sucedidas, publicando em editoras médias e grandes, sendo adotadas em escolas – mas que o público nerd/ do fandom tente a ignorar por causa de nomes mais ”vistosos”.

Fiz uma lista no twitter na época, mas hoje a Gizelli Souza me pediu a lista de novo. Para ficar aqui de futura referência – já que conseguir achar coisas no twitter é impossível, uma breve listagem de autoras cujo trabalho eu conheço, gosto e recomendo.

Ou seja, essa lista é baseada em gosto pessoal, não tem a pretensão de ser uma lista completa e extensa. Se você sentiu falta de alguma escritora, que tal fazer a sua própria lista? 😉

Então, eis a minha seleção! 🙂

Alliah – escritora de new weird, ilustradora, ciberativista e fangirl. Mais sobre ela e seus trabalhos.

Ana Flávia Abreu – autora da série ‘Kôra’, a qual eu tive o prazer de editar o 2o volume (e estou aguardando o 3o ansiosa!)

Bárbara Morais – o primeiro livro da Bárbara, ‘A ilha dos dissidentes’, saiu pela Gutenberg e é uma distopia voltada para o público jovem. Recebeu o selo ‘Miguel aprova’ aqui em casa.

Carolina Munhoz – a rainha das fadas. Em se pensando em venda direta (em livrarias e etc), é a mais bem sucedida dessa lista. Está para estrear na Rocco.

Finísia Fidelli – uma das melhores contistas da Ficção Científica nacional. Devia publicar mais.

Flávia Cortes – essa moça querida escreve para jovens e crianças com delicadeza narrativa e poesia. Adorei o seu ‘Senhora das Névoas’.

Giulia Moon – a senhora dos vampiros. A série ‘Kaori’, lançada pela Giz, consolidou o lugar da Giulia na literatura nacional, que ela já merecia por seus contos vampirescos.

Lídia Zuin – raridade, a Lídia escreve cyberpunk (pós? retro? afff, é cyberpunk e ponto)

Martha Argel – a dama dos vampiros. As histórias de Clara e Lucila são imperdíveis para quem curte os sanguessugas.

Nikellen Witter – “Territórios Invisíveis” é um dos melhores livros para jovens que já li.

Roberta Spindler – essa moça promete. Li alguns contos dela e gostei muito!

(Sim, tem outras, como Kamille Girão, Helena Gomes, Cristina Lasaitis, Camila Fernandes, Natália Azevedo, Rosana Rios, Ana Lúcia Merege, Celly Borges, Carol Chiovatto, Suzy Hekamiah, Maria Cláudia Muller, Adriana Rodrigues e várias outras. Mas onze já fazem um time!)

Anúncios

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

6 Responses to 11 Escritoras fantásticas brasileiras que você precisa conhecer

  1. Gostei muito da lista. Algumas autoras conheço apenas por nome e pretendo conferir seus trabalhos. Da Carolina Munhóz, da Giulia Moon e da Roberta Spindler, eu sou fã de carteirinha, são excelentes! Adoro também o trabalho da Georgette Sillen. Estou aguardando o livro da Celly Borges e tenho um da Ana Lúcia Merege para ler. Das duas já li contos e gostei! Obrigada pela indicação!

  2. Pingback: Escritoras brasileiras de literatura fantástica | Alliah

  3. Pingback: A Literatura Fantástica Feminina no Brasil – 20 obras online para conhecer | Literatura Fantástica Brasileira

  4. Pingback: Invisibildade fantástica | Máquina de Escrever Mágica

  5. Pingback: Invisibilidade fantástica | Máquina de Escrever Mágica

  6. Pingback: Complexo de Herói: os livros que abandonei | Máquina de Escrever Mágica

%d blogueiros gostam disto: