A Llyr em 2012!

É, eu sei. 2011 passou e eu nem mencionei a Llyr. Mas foi um ano muito estranho, entre a própria novidade de editar, algumas mudanças, a temporada anual de Seu Leopoldo no hospital e meu próprio pré-operatório (já operei, fiz a gastroplastia, estou me recuperando muito bem, obrigada).

Ano passado foi a descoberta de como é bom, cansativo e estressante a vida de editar livros. Aos poucos, estou tomando jeito e me acertando. Acho que esse ano vai ser melhor/mais fácil.

Em 2011, tive o prazer de publicar pessoas que eu já admirava de longa data, como Martha Argel, participar de uma coletânea organizada pelo grande Nelson de Oliveira e na companhia do mito Fausto Fawcett, conhecer o trabalho da Ana Flávia Abreu – que tem na sua saga uma das promessas do ‘YA’ fantástico nacional – e do Júlio Rocha, um dos autores mais ecléticos do Brasil… e  de descobrir dois novos escritores que tem tudo para construirem longas e saudáveis carreiras: Dennis Vinicius e Adriano Villa.

(Além de publicar um livro fofo de gatos do meu marido…^^)

E o que vou publicar esse ano?

‘Investigação Paranormal – O círculo dos inquisidores’ do Sergio Pereira Couto. O Sergio é um grande amigo, uma pessoa super-querida, um escritor muito talentoso e que tem uma habilidade imensa para a pesquisa. No ‘Investigação Paranormal’, ele juntou a Inquisição, igrejas e mosteiros espalhados pela Europa e as mais modernas técnicas de… caçar fantasmas. O resultado é uma história surpreendente, com personagens carismáticos. Enquanto o livro não sai, siga o Sergio, leia seu blog e saiba mais sobre o assunto!

‘Palladinum’ de Marcelo Amaral. É um livro bem voltado para o público jovem, uma fantasia de portal dinâmica e bem construída, relatando as aventuras da turma do jornal Página Pirata no Pesadelo Perpetuo. É o primeiro livro do Marcelo, que é designer e ilustrador (a capa é dele). Tem várias ilustrações – que você pode conferir exemplos aqui – e o livro ficou LINDO!

‘O Vento Norte’ de Claudio Villa. Já me perguntaram se é a continuação de ‘Pelo Sangue e Pela Fé’, primeiro livro do Claudio, auto-publicado pelo autor há alguns anos e já resenhado por aqui. Não é, apesar de se passar no mesmo universo ficcional, o mundo de Mirr. Para quem gosta de intrigas políticas e piratas!

‘O último mágico’ de Dennis Vinicius me surpreendeu ainda mais que ‘A Grande Criação de Nicolas’. É um romance mais adulto, voltado para o povo com mais de 14 anos. Fala de amor, responsabilidade, destino e confiança. O Dennis já divulgou uma prévia da capa.

Vou colocar no mercado também as continuações de ‘O portal’ de Eliane Raye e ‘A casa de ossos’ de Adriano Villa. O livro da Eliane é um mistério fantástico passado no Rio de Janeiro tendo a Pedra da Gávea como centro. Já ‘A casa de ossos’ é terror daqueles tradicionais, de dar pesadelos e te fazer pensar duas vezes antes de ir na cozinha de noite.

E quais as Novidades, com ‘N’ maiúsculo?

Eu precisava de um bom romance sobrenatural, já que as minhas autoras (Martha e Ana Flávia) decidiram que esse ano não teriamos livros novos. Me caiu nas mãos, enviado pela Diana Lima (que também é agente do Dennis) ‘O jardim dos anjos’ de Margareth Brusarosco. O encanto veio na hora, não consegui parar de ler. A história  tem humor e leveza, ao mesmo tempo em que tem um toque sombrio por trás.

Uma das recompensas de ter sido sempre muito ativo no cenário virtual foi ter conhecido muitos novos autores e acompanhado sua formação. Quando ‘O conservatório’ de Adriana Rodrigues chegou na minha caixa de entrada, eu sabia que ali estava uma obra que valia a pena ser lida. E acertei! Vampiros, confusões e aventuras, com um leve toque de humor.

E eu tinha dois vazios no catalogo da Llyr, pois me faltavam dois subgêneros essenciais… mas que foram preenchidos! (ainda tem um faltando, que é o steampunk! Estou esperado!)

‘A ordem do dragão’ de Alícia Azevedo é a nossa fantasia épica! Passada no universo de Alluim, tem personagens cativantes, relíquias poderosas… e dragões! Sim, eu gosto de dragões – e esse é o ano do dragão, né? Como o Herodes, nosso dragão residente (e namorado da Kôra, protagonista da série da Ana Flávia) está de férias, substitui-lo por deuses-dragões!

E finalmente, aceitei um original de Ficção Científica! ‘Quando Deus morreu’ do mestre Gerson Lodi-Ribeiro! É um orgulho imenso publicar uma obra de um autor tão significativo dentro da ficção especulativa nacional!

(… e ainda teremos algumas surpresas!)

Depois que divulguei essa lista no Facebook, alguns amigos perguntaram ‘o que te faz escolher um original ao invés de outro?’ Taí uma pergunta que pode parecer fácil, mas é complicada de responder.

Pra começo de conversa, decidi que só publico livros que eu gostaria de ter na minha estante. Isso me limita? Muito pouco, pois sou eclética, principalmente em se tratando de literatura fantástica. Leio de quase tudo, de terror ao romance sobrenatural, de FC hard a fantasia épica… Então, não vou me limitar por subgêneros, mas pelo livro em si. Não é porque eu gosto de romance sobrenatural que qualquer semi-paródia levada a sério de Crepúsculo vai passar pelo meu crivo.

O livro precisa prender minha atenção, preciso me importar com a trama e com os personagens, ficar curiosa com até onde tudo aquilo vai.  Por isso, eu peço as primeiras 30 páginas do original, antes de receber o manuscrito completo. Se eu passo desse estágio, as chances de querer ler o livro todo são grandes… E já encontrei originais bem escritos, com temas interessantes mas que não me mantiveram presa na frente do computador/papel tensa, querendo descobrir mais. Já larguei originais na primeira página, no primeiro parágrafo…

O autor precisa ter um bom domínio de sua própria língua, CLARO. Até porque, se você não entende a história, como vai se importar com ela? Cuidado na escolha das palavras (sério, para me impressionar não precisa fingir que engoliu um dicionário), evitar erros ortográficos em excesso, olhar bem onde coloca essas vírgulas…

Eu sei que ninguém é perfeito, pessoas cometem erros e originais são diamantes brutos, que precisam ser lapidados. Tem editor que acha que o livro tem que chegar prontinho na sua mão, é só revisar e diagramar antes de imprimir. Eu não. ADORO trabalhar o texto, é a parte que eu mais gosto. Só que quanto menos eu precisar interferir no texto, mais do que o autor escreveu é preservado. E até para agilizar o processo, eu busco escolher os livros que vão me dar menos trabalho.

E por fim, eu analiso a postura do autor. Não sou babá pra ficar pajeando ‘crianças’ que não sabem o que querem da vida. Sou profissional e quero trabalhar com profissionais.Quero um time de pessoas determinadas e competentes.

Não é fácil se tornar meu autor… parabéns pra quem conseguiu agradar a chata ranzinza aqui o suficiente!

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

9 Responses to A Llyr em 2012!

  1. E essa é a hora onde você sai da tela a azul e entra no modo “agora a coisa ficou séria”. xD

    Prova de que a Ana Cris é profissional e mente aberta foi que ela já me viu cantando Fagner, me aliando ao filho dela pra aprontar no FIQ, contando coisas cabeludas no MSN e, ainda assim, não teve medo de ler meu original. xD

    No mais, é uma honra estar no meio de tanta gente talentosa. Espero que eu consiga fazer jus. ^^

  2. Albarus Andreos disse:

    Uau! Vou mandar um original!!!

    • talkativebookworm disse:

      Albarus, por enquanto não estou recebendo originais pra poder trabalhar com os que aprovei. Mais pro final do ano, volto a receber. Fico esperando o seu!:D

  3. Oi, Ana, adorei saber como é um pouquinho seu trabalho. Espero que esteja se recuperando bem da gastroplastia.
    Eu gostaria de perguntar se a Llyr lançará algum livro na Odisseia de Literatura Fantástica, pois pretendo escrever uma postagem sobre o evento com um pouco mais de coisas que existe no site oficial de Odisseia.
    Um beijo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: