O que vem por aí – As difíceis escolhas para Anacrônicas 2

Cês sabem que irei lançar o segundo volume de AnaCrônicas pela Editora Estronho, né? (Falar nisso, a 1a está indo embora… tenho pouquíssimos exemplares aqui).

O M.D. Amado está aqui, arrancando meu couro para que eu feche o livro e mande para podermos lançar logo. Mas eu tenho um problema muito sério: como se escolhe os filhos preferidos, deixando os outros de lado? Não consigo! Para o primeiro volume, nem foi muito complicado. Porém, agora estou sofrendo.

Só que eu tenho leitores fieis e amigos, que me ajudariam em troca da minha gratidão eterna.

Não? E um exemplar do livro mais um kit exclusivo?

Ah, agora interessou.

Muito bem, tudo muito simples: vou colocar aqui todos os meus contos publicados e disponíveis. Quem quiser participar, tem que deixar um comentário aqui escolhendo dois contos e explicando o motivo de querer vê-los no AnaCrônicas 2. O melhor comentário vai receber um kit exclusivo, com o livro autografado e todo o material de divulgação – que já está sendo pensado e vai ter algumas surpresas. Mas caprichem nos comentários! Dizer ‘gosto mais desses’ não vale.

Para incentivar a moçada, quem retuitar a seguinte frase:

“A @anadefinisterra precisa de nossa ajuda para escolher os contos de AnaCronicas 2 pro @estronho http://kingo.to/AcB”

Ganha um AnaCrônicas e um Enquanto ele estava morto – e caso já tenha o livro, pode trocá-lo por qualquer outro que eu tenha aqui em casa.

Vamos lá, então?

As promoções estão valendo até o dia 15/05/2011 – e tem que me seguir e ao @estronho no Twitter pra ganhar no sorteio!

Em papel:

“Estranhos na noite” in Moon, Giulia (ed.) Scarium Especial – Vampiros, 2006

“Lentidão” in Scarium Especial – Pulp, 2007

‘O templo do Amor’ in Oliveira, Nelson de (org.). Portal Neuromancer, 2008 – online

“A morte do Temerário” in Rodrigues, Ana Cristina (org) Espelhos Irreais,Multifoco, 2009 – online

“Brinco de prata” in Moon, Giulia (Ed.) Scarium 25 – Especial Mulheres, 2009

Carta a Monsenhor’ in Diegues, Richard (org) Paradigmas 2, Tarja, 2009

Online

Correndo nas sombras

Gotas de Júpiter

Triade

Canções e uivos

Canções de papel machê

Ressaca

Evolução

Oráculo

O homem bomba

Quase um genocida

Isabel e a roseira

Queda e paz

O rei está morto

Conto estranho de Ano Novo

O sino

Suave é

O vermelho do teu sangue

A camponesa e o cavaleiro

Cerejeira

Morgana fala

A dama da noite

Lua Negra

O caso da estatueta roubada

A vila na areia

Vazio

Quem inventou o amor

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

25 Responses to O que vem por aí – As difíceis escolhas para Anacrônicas 2

  1. nieryka disse:

    Opa, tou dentro. Já começando a ler! =*

  2. M. D. Amado disse:

    Ana, inclua no KIT um Anacrônicas 2, para o vencedor. Claro que a pessoa vai ter que esperar um pouco rsrsrs… Mas fica com o exemplar garantido.

  3. Lobo disse:

    Quer saber qual a melhor escolha para Anacrônicas 2? Não publicar NADA. Você não vale tudo isso.

  4. Juliana Miguel disse:

    Participando =)

    • talkativebookworm disse:

      Oi, Juliana! Sim, vc está participando do sorteio do AnaCrônicas 1. Para concorrer ao kit com o volume 2 tem que escolher dois contos para entrar na coletânea!

  5. Tânia Souza disse:

    Ah, são apenas dois? Então são eles “Correndo nas sombras” e “A camponesa e o cavaleiro”

    “Correndo nas sombras” é um dos meus favoritos, o aspecto da transformação do corpo, a atmosfera de perseguição e o inusitado do ataque final combinaram muito bem.

    “A camponesa e o cavaleiro” é poético, é triste também, tem um ambiente de romances históricos (românticos) que é desmistificado, a camponesa desconstrói o estereótipo do que se espera da mocinha e ao mesmo tempo, cativa. O conto é fantástico, mas apresenta um toque de realidade impossível de se negar, muito bom.

  6. Posso participar também? 🙂
    Escolheria “A Morte do Temerário”, porque muitas vezes na vida gostaríamos que alguém levasse pra longe a realidade feia e triste e deixasse no lugar uma história bonita pra gente lembrar e se consolar.

    E “Canções de papel machê”, porque crescer e se tornar adulto não é nada fácil, principalmente quando você olha para trás e vê que seus amigos (e você, por que não?) cada vez mais são uma memória. O espírito combina com o que o Temerário desperta. Mas é só minha opinião. 😀

    • talkativebookworm disse:

      Votado, Cirilo!

      O ‘Temerário’ é quase certo de entrar mesmo, pq é um dos meus contos preferidos. Mas estou surpresa, você já é a 3a pessoa a querer o ‘Canções de papel machê’!:)

  7. Eu votaria em “Onaimar” (ficou bem melhor que a versão ‘happy end’ que uma vez você me mostrou) e também em “Queda e Paz” (esperando que não volte a destoar do conjunto).

    • talkativebookworm disse:

      Faz isso com a loura não, Antonio – passei meia hora procurando que conto era esse!:D
      A outra versão seria a versão ‘Cristina Rodriguez’ desse conto, mais açucarada e felizinha.

  8. Já sabe,né? Todos impressos. Leitura de ônibus. Domingo eu respondo, tá? Bjocas!

  9. Eita! Vou comprar uma bateria extra pro meu “dumbphone”. Me deu vontade de ler tudo agora só pelos titulos. Ja vou começar a leitura agora.

  10. Joemerson Santos disse:

    Oi Ana acabei de ler todos. Nem pra balada fui de tão vidrado que fiquei.
    Bem, infelizmente só podemos escolher dois, então vou com os dois que mais gostei, que depois de ter lido me fizeram divagar sobre fatos dessa minha vida. O primeiro, e o que mais gostei entre todos, é o “A Morte Do Temerario”, mesmo ja desconfiando de como seria o final da estória, o sentimento que você embutiu ali durante a narrativa, foi muito tocante. O outro é o “Canções e Uivos”, o que achei legal nesse conto foi a interação entres os personagens e suas motivações.

  11. Sid Castro disse:

    Olá, Ana.

    Difícil escolha, entre tantas. Li todos os contos que encontrei on line, incluíndo a de Paradigmas; embora tenha gostado de Carta ao Monsenhor, acho que essa deva ser deixada de lado por ter já ter sido publicado noutra coletânea de relevo.
    Gosto de suas histórias de Ficção Científica, embora me pareça que você tenha preferência pela Fantasia; mas a maioria das histórias de FC, embora tenham me divertido, são demasiado curtas; assim, escolhi como uma das favoritas O Templo do Amor; foi publicada no Portal Neuromancer, mas esta é uma coleção restrita, portanto, acho que merece ser republicada em papel.

    Dos contos de fantasia, gosto daqueles que tenham pano de fundo histórico, e não sejam apenas uma relação de nomes e terras exóticas inventadas sem maior critério ou alicerce, como acontece tanto no gênero; assim, uma das minhas preferidas seria Tríade, por suas raízes pagãs e históricas (adoro ler histórias passadas no Império Romano); mas é muito curta; assim, preferi dar meu voto para A Morte do Temerário. Longo e bem escrito, tem um perfeito background histórico, o que dá um senso de verossimilhança que ajuda muito à leitura.
    Também curti Ressaca e Canções e Uivos, mas como só podemos escolher dois, não votei em ambos; o primeiro por ser demasiado curto, o segundo por que não tem o cenário histórico que você tão bem sabe usar em outros contos.
    Assim sendo, meus votos vão para: O Templo do Amor e A Morte do Temerário.

    abraços,
    Sid Castro

  12. Lucas Rocha disse:

    Os meus votos vão para “A Morte do Temerário” – pq eu sempre acho incríveis os contos que são histórias dentro de histórias – e “Queda e Paz” – porque é pequeno, profundo e poético. 🙂

  13. Pingback: Resultado do sorteio AnaCrônicas 2 « Talkative Bookworm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: