O Estronho Oeste de Cursed City invade o mundo.

Quem gosta de Western aí levanta a mão?

E quem gosta de Weird Western?

Ih, boiaram? WW é quando você pega aqueles velhos cenários de Faroeste e mistura com o que há de melhor e mais estranho na literatura fantástica. Lobisomens, vampiros, bruxos, duendes…

Essa vertente já se consolidou lá fora e vem aos poucos pegando no Brasil. A primeira antologia do gênero é justamente ‘Cursed City’, da Editora Estronho, da qual participei como convidada. Me diverti muito, afinal sempre gostei dos velhos filmes e livrinhos de bang-bang – meu pai passou esse gosto para mim.

Eu não sei o que tomei antes dessa foto, mas deu barato com certeza.

E a poucas semanas do lançamento, a antologia teve destaque até em um blog internacional! Nem preciso dizer que estou ansiosa para ter o livro em mãos.

Weird Westerns From Brazil My Encyclopedia of Weird Westerns was reviewed on the Galvanized blog recently where I discovered the Weird Western is gaining in popularity in Brazil. “Cursed City” is one of the latest Weird Western publications to be published. This is the synopsis from the publisher’s website. Please excuse the translation. Cursed City is an old western town, which like any other, lives with such diverse problems as troublemakers, cruel gunmen, prostitution, … Read More

via Encyclopedia of Weird Westerns

 

Um trechinho do conto procês:

A noite chegou praticamente de uma só vez, sem crepúsculo ou aquela luminosidade que se apaga aos poucos. Ramon recolheu os escravos, tentando não pensar no silêncio que os cercava. Os homens, imensos e imponentes, o seguiam como carneiros. A sensação estranha que o perseguia desde que o primo comprara aqueles escravos continuava. Talvez, quando a colheita terminasse, ele voltasse para o sul. José era um péssimo patron e aquele lugar era estranho demais, sinistro demais, escuro demais.

“Sim, é hora de tomar um rumo diferente na vida. Casar, ter filhos e sair desse buraco.”

Esperou que todos os escravos entrassem no barracão onde dormiam para então trancar a porta com um suspiro. Mais um dia tinha terminado.

Mas assim que começou a se afastar, em direção à cabana que dividia com o primo, ouviu o barulho de um galho quebrando. Podia ser um coiote, mas podia ser algo pior. Por ali, o pior geralmente era o que acontecia.

Olhou ao seu redor e não viu nada demais. A escuridão se estendia pela terra plana, na noite sem lua. O estalo se fez ouvir de novo e de repente uma lâmina gelada encostou em seu pescoço. Uma dor lancinante na nuca e a escuridão que estava ao seu redor finalmente o engoliu.

Anúncios

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

One Response to O Estronho Oeste de Cursed City invade o mundo.

  1. Pingback: Época de Colheitas « Talkative Bookworm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: