Do prêmio ou de escolhas que devemos fazer…

Ou como respirar fundo e não mandar todo mundo ir pra um lugar escuro e distante.

Vamos começar pelo começo: A pretensão do prêmio era – ainda é – ser um prêmio voltado à LITERATURA dentro da Ficção Especulativa, englobando também obras dedicadas a discuti-la. E a ser uma decisão POPULAR, para o bem e para o mal que isso possa significar.

Houve desvirtuamento dessa pretensão inicial? Sim, houve – por parte de autores que viram nisso uma tentativa de obter um ‘título’ sem se importar com os meios para obter isso. O irônico (eu ia colocar ‘engraçado’, mas é mais triste do que qualquer outra coisa)? Tem escritor reclamando dessa postura e fazendo exatamente igual.  E tem muitos que reclamam e pouco fazem para mudar esse quadro – por exemplo, pouquíssimos membros do CLFC ou da comunidade ‘FC’ no orkut já votaram. Tudo bem que os votos vão até 20 de abril, mas eu pensei que justamente por ter sido esse o segmento que mais clamou por uma premiação do tipo, seriam mais participativos.

Não, não estou satisfeita com o voto de claque. Mas já que querem que seja assim, vai ser. Só que chamei os peixes grandes – autores de boas vendas pra públicos fora do fandom – para participarem, divulgando a votação para os seus leitores. Vamos ver se os autores que convocaram seus amigos e familiares vão achar bacana quando os ouvintes do NerdCast começarem a aparecer – ou os fãs do rpg Tormenta, fieis leitores do Leonel Caldela. Ou as leitoras da Nazarethe Fonseca. É uma pena que o André Vianco não tenha lançado nada ano passado – aí eu queria ver se as mesmas pessoas que agora fazem esse tipo de campanha não iriam reclamar da injustiça de se fazer isso.

De resto, a minha decisão de fazer essa edição do prêmio ser a primeira e única é irrevogável. Aliás, foi a minha última iniciativa em prol de um ‘coletivo de escritores de FC e Fantasia’. Desde que entrei no tal do fandom, tentei realmente ser útil para o todo, mesmo aqueles que me atacavam – e ainda atacam, para aqueles que buscavam – e ainda buscam – deslegitimar o que eu falo. Eu já disse uma vez que acho que um livro que a Nazarethe Fonseca ou o Fábio Fernandes vendam é bom não só para eles, mas para todos nós – o que me inclui, claro. Um mercado mais forte e mais maduro, com leitores mais informados e mais dispostos, torna tudo mais fácil para quem quer escrever e ter seu trabalho reconhecido.

Eu juro que fiz o possível para ajudar nisso desde que fundei a Fábrica dos Sonhos, arranjei briga com Octavio Aragão e fui apresentada ao fandom – e lá se vão cinco anos. Mas chega uma hora que a gente se pergunta se vale a pena. Aliás, desde que assumi a gestão anterior do CLFC venho me perguntando isso.

Chegou o ponto em que não, não vale mais a pena. Eu tenho me desgastado e me ocupado muito mais divulgando e incentivando o trabalho dos outros do que com o meu próprio. Ou mesmo o trabalho da Fábrica que deveria ser a minha prioridade em relação a algo maior. E a recompensa tem sido minima.

Além do trabalho ser pouco reconhecido, as reclamações (que não são críticas, mas simplesmente a velha mania humana de falar mal por falar) tem sido muitas e das mais descabidas possíveis. E a postura do fandom continua a mesma.

Então, no momento, o prêmio continua e fica como está. Estou pensando em um prêmio do Juri para compensar a votação de claque, mas dependo de alguns acertos que devem se concretizar durante esta semana.

A todos que apoiaram, muito obrigada. A quem só sabe reclamar mas na hora de fazer, os outros que façam… bem, sempre tem aquele lugar escuro.

PS: Deixo aqui registrado meu agradecimento a todos os blogs e sites que divulgaram mesmo o Prêmio e não somente fizeram campanha, como a coluna de Roberto Causo e o blog do Cesar Silva – a quem também agradeço o envio de seu material para o próximo Anuário que muito ajudou na correção das listagens.

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

4 Responses to Do prêmio ou de escolhas que devemos fazer…

  1. Oi, Ana,

    ainda não nos conhecemos, mas admirei muito sua iniciativa na organização de um prêmio literário. Prêmios não são só para prestigiar o escritor, são para consolidar e ampliar o leque de leitores, são, no fim, para consolidar a própria profissão de escritor, inexistente no Brasil.
    Deixo meus parabéns e meu recado: não se deixe abater pelas dificuldades. Elas já foram maiores no passado, serão menores no futuro.

    Saudações.

  2. Olha, Ana, eu acho que o teu casamento com o “Fandom”, como vocês costumam dizer, está passando por uma crise de relacionamento que, tenho certeza, haverá de ser temporário. São cinco anos, não é isso? Tem uma história aí. Tenha calma, respira fundo porque na separação você vai acabar sentindo saudades também. Aliás, vai ser ruim pra ambos porque querendo o não o teu nome e a FC, pelo menos aquela que corre firme na Internet, estão sempre veiculados, de uma forma ou de outra.

    Apesar desta confusão gerada pelo “voto amigo”, muitos blogueiros estão atento a “excelente iniciativa” que você se deu ao trabalho de fazer. O fato é que você “agitou” as estruturas, sacudiu a poeira, chamou a atenção para algumas coisas, das quais não ouso aqui comentar por não me sentir apto ainda para fazê-lo, devido a pouca experiência que tenho nesta coisa de literatura na rede.

    Mas você fez o certo: deu o prato, o queijo e a faca na mão da rapaziada. Resta agora a consciência dos comensais saberem se servir da melhor maneira possível, sem querer puxar a sardinha (queijo) só para o seu lado, né? ( que analogia mais tosca!)

    Mas é isso aí.

  3. Já vi situações parecidas com finais parecidos. Entendo você, Ana, e lamento. Esse tipo de situação já causou inúmeras injustiças e, creio, continuará causando. Fica meu apoio. Abraço.

  4. Mila F disse:

    Ana, todo mundo quer ser pedra, difícil é quem se atreva a ser vidraça.

    Parabéns a você por nunca ter tido medo de pedrada. Mas uma hora o saco estoura de tão cheio. Compreendo e lamento, já que a perda é de todos nós.

    Abração.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: