Retrospectiva – Livros de 2008 – C’est Fini

É, por agora chega.

Dos livros que li e não resenhei, digo que a ‘A torre negra’ eu comento no final da série, idem pro George Martin (isso é, se ele fizer o FAVOR de terminá-la) e os do China eu vou incluir num post sobre New Weird assim que ler a antologia do Vandermeer. O livro do Beraldo vai ter resenha no site do CLFC – ou no da Fábrica, já que o moço é um dos meus operários… Paradise Kiss já apareceu aqui antes e os dois shojos mangás (Nana e Gallism) irão receber resenhas só se as editoras prometerem continuar publicando. Já adianto que AMEI ambos, mas Nana é até agora a melhor coisa que já li em mangá.

Dos nacionais:

‘Confissões do inexplicável’,  André Carneiro. O problema de uma coletânea desse tamanho é o risco que se corre de ressaltar os defeitos de um autor, ao invés das qualidades. Aqui, a preferência do autor pelo tema ‘homem encontra mulher misteriosa, se apaixona, desvenda o mistério e vivem felizes para sempre’ salta aos olhos, tornando a leitura cansativa. De nada adianta um livro desse tamanho ser mais barato do que as edições da Aleph, como defendeu o ””editor”” responsável, se a qualidade não vale sequer a metade do preço. Sem contar os erros bizarros de revisão – que deixou passar um ‘IneSplicável’ numa das folhas de rosto e a capa mais poluída que o Tietê… O André está vivo e na ativa, uma coletânea melhor escolhida e menor seria mais digna do talento dele.

‘Caminho do Poço das Lágrimas’, André Vianco – hum. O livro é bonito, ilustrações que chamam a atenção e um tema até ousado para o público infanto-juvenil. Mas o estilo do Vianco ainda não me pegou. Pena, por todo o histórico, ele é um autor que eu adoria adorar.

Dos gringos, vou deixar de lado os mais badaladinhos e etc. Assim, eu destaco ‘Black Company’, do Glen Cook. Já é um livro meio antigo, da década de 1980. Fantasia suja, protagonizada por mercenários que não estão do lado bonito da força. Bem escrito e se eu não tivesse escondido o omnibus numa das arrumações, já estaria terminando a trilogia…¬¬

‘A Dança do Camaleão de Pedra’ foi escrito por um português, Ricardo Pinto, que mora em Edimburgo e escreve em inglês. É algo como se a Ursula Le Guinn tivesse tido um caso secreto com o Tolkien e este livro fosse o fruto proibido dessa relação. Se fosse menor, seria perfeito, PRINCIPALMENTE pela ousadia no relacionamento dos protagonistas.

‘The deed of Paksenarion’ da Elizabeth Moon foi meu tiro no escuro – e na água – do ano passado. Sério, eu juro que tive uma paladina numa mesa de AD&D com o mesmo background/histórico da protagonista da série. Mas a Moon escreve bem, vou procurar mais coisas dela.

Vocês sabiam que a Tor tem um selo para chick-lit fantástica (no sentido de ter elementos fantásticos, não de ser boa – longe disso)? Na leva de ebooks, acabei lendo dois, ‘Touch of Evil’, de CT Adams e Cathy Clamp, e ‘In the midnight hour’ de Patty o’Shea. Sabe ‘Charmed’? Sabe ‘Melancia’? Sabe ‘Bridget Jones’? Por aí. Mas ainda são mais divertidos que ‘Crepusculo’… Rola sexo, à vontade e sem culpa, e os protagonistas masculinos não tem carinha de menininha…:P

A Shadow in Summer’ do Daniel Abraham para mim sofre do grande mal do mercado americano, que é a obrigação de preencher um certo número de páginas. Com cem páginas a menos, o romance seria perfeito – mas registro que adorei o sistema de magia como poesia.Então, é isso.

 

Apesar do ano só começar depois do carnaval, adiantei e fechei a conta de 2008 hoje. 😉

 

Vocês já viram a capa do MEU livro?:D

Sobre anacristinarodrigues
Eu trabalho numa biblioteca. Estudo História. Escrevo. Leio. Traduzo. Uma traça que fala, basicamente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: